Ad
Home Destaques PMDB expulsa Júnior Friboi por apoiar adversário nas eleições de 2014

O Conselho de Ética do PMDB de Goiás votou pela expulsão do empresário José Batista Júnior do partido nesta segunda-feira (22/06). Conhecido como Júnior Friboi, ele apoiou o atual governador, Marconi Perillo (PSDB), nas eleições do ano passado.

Para o relator da comissão, Dorival Mocó, essa foi uma atitude gravíssima, considerada como uma “traição”. Friboi tem dez dias para recorrer da decisão e apresentar sua defesa.

Durante o segundo turno das eleições para governador em Goiás, Friboi apoiou não demonstrou apoio ao candidato de seu partido, Iris Rezende (PMDB). Em uma carta, o empresário diz que o Perillo era o “melhor candidato para Goiás neste momento”.

De acordo com o relator, no pedido de expulsão existiam outros itens, como ser sócio de uma empresa acusada de sonegação fiscal, não comparecer a reuniões e atividades do partido e contrariar princípios básicos da sigla.

“Tinham esses diversos pontos, mas nem levei isso em consideração. A questão era simples: ele traiu ou não traiu o partido, apoiou ou não apoiou o candidato do PSDB, que era nosso rival nas eleições”, disse Mocó.

Júnior Friboi chegou a anunciar sua pré-candidatura pelo PMDB ao governo de Goiás nas eleições de 2014. Porém, quando Iris Rezende também anunciou sua intenção de disputar o cargo, o empresário desistiu da candidatura.

Deixe um comentário