Ad
Home Últimas Notícias Motociclista morre após ter pescoço cortado por linha de cerol, na BR-153

Um motociclista de aproximadamente 60 anos é a mais nova vítima da linha de pipa com cerol em Goiânia. O homem, identificado como Francisco de Assis Pereira, morreu na quinta-feira (02/07) por volta de 17h45. Ele trafegava pela BR-153, próximo ao viaduto do Parque das Laranjeiras, em sentido ao Parque Atheneu.

“Não vi a hora da tragédia, mas me contaram que ele estava tentando tirar algo do pescoço. Ele veio até a porta do meu estabelecimento e não resistiu. Perdeu muito sangue”, descreveu o dono de um supermercado local, Gilberto Soares.

O comerciante relatou ainda que havia linha de pipa em grande quantidade ao lado do corpo. “Ele estava cheio de linha. Chamamos os bombeiros, mas não adiantou”.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou em caráter preliminar que o ferimento no pescoço do motociclista havia sido causado pela linha com cerol.

Parte do trânsito foi fechado no trecho, provocando congestionamento. Por volta de 18 horas, a Rede Metropolitana do Transporte Coletivo postou na rede social Twitter que o trânsito estava lento na região.

O caso chamou a atenção dos moradores da região, que reclamaram da falta de atuação do poder público. “É muito revoltante, um absurdo, um pai de família que veio falecer de forma covarde aqui na porta”, desabafou Gilberto.

Ainda de acordo com ele, há adultos envolvidos na brincadeira de soltar pipa com linha coberta por cerol. “Isso é um assassinato. Precisamos sensibilizar as autoridades para fazer acontecer, conscientizar pais, crianças e adultos”, conclamou.

Denúncias

Na última quarta-feira, 1º, a Guarda Civil Metropolitana de Goiânia realizou uma ação para conscientizar 200 crianças sobre o uso do cerol. Denúncias podem ser feitas ao número 156.

Deixe um comentário