Ad
Home Últimas Notícias Auxiliar de enfermagem desaparece após ritual de Santo Daime

Adepta da seita religiosa Santo Daime, a auxiliar de enfermagem Deise Faria Ferreira, de 41 anos, desapareceu no último fim de semana, logo depois de participar de um ritual com o chá da ayahuasca em uma chácara no município de Nerópolis. Homens do Corpo de Bombeiros fizeram buscas no local onde a mulher foi vista pela última vez e conseguiram localizar algumas peças de sua roupa. A procura será retomada nesta terça-feira (14/07).

A família está apreensiva porque Deise tomava medicamentos controlados e não poderia misturá-los com substâncias alucinógenas. O ritual foi realizado na noite de sábado (11/07) e reuniu cerca de 10 pessoas. Depois de tomar o chá, Deise teria ficado muito perturbada e saiu correndo. A família diz que só foi informada do sumiço quase 24 horas depois, por uma das pessoas que estava na chácara.

A irmã de Deise, Keila Faria, contou que ela fazia parte da seita há três meses. Durante os rituais, a mulher tomava o chá indicado para uma espécie de limpeza espiritual e sempre se sentia mal, com muitos vômitos. A família afirma que desde então o comportamento da auxiliar de enfermagem começou a se alterar. Os bombeiros continuam as buscas com a ajuda de cães farejadores. A família distribuiu cartazes pela região, na tentativa de obter informações sobre o paradeiro de Deise.

O Santo Daime é uma manifestação religiosa que surgiu nas primeiras décadas do século 20, na região amazônica. A doutrina tem como base o uso do chá de ayahuasca, que foi legalizado pelo governo brasileiro em 2010. Seu uso é permitido, desde que utilizado exclusivamente para fins religiosos e não lucrativos.

Santo Daime

Deixe um comentário