Home Opinião PSC: princípios éticos e cristãos

JÚLIO DE PAULA

Com o intuito de despolarizar a disputa entre petistas e tucanos na sucessão municipal deste ano, em Anápolis, o PSC largou na frente, de forma oficial, para ser a chamada terceira via. A legenda lançou Valeriano Abreu, ex-diretor geral da Secretaria Municipal de Defesa do Consumidor, como pré-candidato a prefeito, e tem conversado com outros partidos, além de estar aberta a negociações quanto a plano de governo, para montar um projeto ousado e consistente em prol da Cidade.

Seguro, confiante e “abençoado” pelo deputado estadual, Simeyzon Silveira, que o tem dado crédito constantemente com visitas a Anápolis, Abreu mostra-se à vontade para falar do desafio que terá pela frente. Esse posicionamento pôde ser visto durante o 1º Encontro Municipal do Partido Social Cristão, realizado recentemente, que contou com a presença de representantes do PMDB, PTC e PTN.

Acreditando na formação de alianças sólidas e verdadeiras, bem como o apoio de cerca de 45 postulantes à vaga das 35 que o partido dispõe para o cargo de vereador, o ex-diretor do Procon se diz preparado para as eleições municipais. Cacife ele tem de sobra. Abreu carrega no seu currículo o curso de Direito, é professor universitário, advogado, tem duas pós-graduações, e o principal: oito anos de experiência no governo petista, que reuniu Antônio Gomide e João Gomes, como seus ex-chefes, isto é, ele sabe de tudo e mais um pouco do que Anápolis viveu e enfrentou nos últimos oito anos.

Valeriano inclusive foi convidado pela cúpula petista anapolina para ser candidato a vice-prefeito na chapa de João Gomes, tamanha é a consideração que tem seus superiores passados pelo seu trabalho. Abreu, no entanto, preferiu carreira solo. Ele tem uma identificação muito grande com Anápolis e o povo anapolino, e confirma a tese de que, quem se aproximar do PSC, tem de pensar moral, na ética e nos bons costumes da família. E disse que, como Anápolis tem uma característica cristã, a sua essência é preservar os valores morais e princípios bíblicos. O lado religioso tem um peso muito grande para Valeriano, que une pessoas de diferentes credos em torno do nome da Cidade, entre elas os pastores vereadores – Wederson Lopes e Wilmar Silvestre.

Wederson Lopes está em seu primeiro mandato, foi líder do ex-prefeito Antônio Gomide no biênio 2013/2014 na Câmara Municipal, onde também esteve como primeiro secretário da Mesa Diretora. Engenheiro civil formado pela Universidade Estadual de Goiás, trabalha como pastor auxiliar no Ministério Luz para os Povos, resgatando jovens das drogas, restaurando famílias e promovendo ações sociais diversas. Aliado de Valeriano, entrou diretamente na política em 2008, sendo eleito quatro anos mais tarde, pelo próprio PSC, com 1.875 votos.

Wilmar Silvestre, liderança do PSC desde a janela de troca-troca de partido, fortalece também a campanha de Valeriano Abreu para a Prefeitura.Ele, que busca junto ao eleitorado anapolino seu segundo mandato, foi eleito pelo PT, em 2012, com 1.430 votos. Na política desde 2004, é reverendo superintendente de 19 unidades da Igreja do Evangelho Quadrangular há aproximadamente 35 anos. O parlamentar também integra as Comissões do Servidor Público e Trabalho; Constituição, Justiça e Redação; Defesa de Direitos Humanos e Cidadania; e Agricultura, Indústria, Comércio, Desenvolvimento Econômico e Turismo.

Deixe um comentário