Ad
Home Destaques A Gestão na rota das Cidades Inteligentes!

“Sensacional! Transparência nos gastos relacionados à pandemia da Covid-19 e utilização de Qr-codes para o cidadão acessar informações da gestão municipal. Bons exemplos? É por isso que podemos fazer mais, podemos prosperar mais!”

Publicado: 05.04.2021

Na Edição 774 do Jornal Contexto (1) (7 de julho de 2020), lancei luz ao fato de que a instalação de soluções em energias renováveis, em bairros de menor poder aquisitivo, poderia propiciar uma sociedade mais justa. Naquela oportunidade, fiz referência à Cidade de Anápolis, observando que a iniciativa poderia dar início à transformação do município em um OÁSIS TECNOLÓGICO DO CENTRO-OESTE.

Em outro momento, na Edição de número 768 do mesmo periódico (2) (24 de abril de 2020), havia falado sobre o transporte público e a relação que existe entre o ponto de ônibus, o tempo e o momento no qual o ônibus estará no ponto para o embarque do passageiro; registrando a utilização de aplicativos em outras frotas de ônibus de cidades brasileiras, como parte de uma transformação digital e contribuindo para o valor “conforto” (3) do cidadão.

Ambos os temas ao encontro da rota das cidades inteligentes.

E é por isso que podemos fazer mais, podemos prosperar mais!

Bem, e apesar do pesadelo da pandemia da Covid-19, o ano de 2020 não foi perdido para todos; e, com certeza, os bons exemplos devem pautar as ações de nossos gestores. Refiro-me ao exemplo da cidade de Campo Grande – MS, que foi, em 2020, a 1a colocada no Ranking de Serviços das Cidades Inteligentes do Centro Oeste e a 7ª colocada entre as 100 maiores cidades brasileiras, de acordo com a metodologia do Portal Teleco (4).

Segundo o Portal Teleco, “Para a composição do ranking são avaliados os serviços inteligentes (utilizados diretamente pelo cidadão ou para gestão municipal) oferecidos pelo município, como também o acesso aos serviços.”.

E, segundo a Prefeitura de Campo Grande (5), ”A gestão também focou em transparência, modernizando e tornando atrativos seus portais e serviços que oferecem informações de interesse público. Na pandemia, a Prefeitura criou um portal exclusivo para tornar transparentes todos os gastos relacionados ao coronavírus. Nas obras civis, o Portal Mais Obras inovou e foi premiado nacionalmente por apresentar de forma rápida e fácil através de qr-codes as informações relacionadas a cada obra pública.”.

Sensacional! Transparência nos gastos relacionados à pandemia da Covid-19 e utilização de Qr-codes para o cidadão acessar informações da gestão municipal.

Bons exemplos?

É por isso que podemos fazer mais, podemos prosperar mais!

E para que se possa entender a dimensão da metodologia, nos serviços ao cidadão encontram-se diversos aspectos da Mobilidade Urbana, do E-Gov (governo digital), da Educação, da Saúde e do Meio Ambiente; e nos serviços para a gestão municipal estão aspectos como Semáforos Inteligentes, Iluminação Pública e Vigilância, entre outros.

E as cidades goianas neste ranking? Bem; não estão entre as melhores! Está curioso, quer saber como está sua Cidade? Quer saber como estão outras cidades? Pesquise!

Acesse o Portal da Teleco <https://www.teleco.com.br/Cidades_Inteligentes.asp>.

E para ampliar sua pesquisa, acesse também o Ranking de Cidades Inteligentes da Urban Systens (6) em <https://conteudo.urbansystems.com.br/csc_urban_atual>.

Só assim você criará compreensão sobre o tema e terá fundamentos para debater com os nossos gestores.

E sobre a nossa cidade goiana como OÁSIS TECNOLÓGICO DO CENTRO-OESTE?

Quem sabe em outro momento!

Mas fica o desafio!

Pois é por isso que podemos fazer mais, podemos prosperar mais!

 

Brigadeiro Bragança

Comandante da Base Aérea de Anápolis em 2008-2009

 

Fontes:

 

Deixe um comentário