Ad
Home Geral Fenapestalozzi celebra fim do limite de consultas e sessões com psicólogos por...

Fonoaudiologia, Psicologia, Terapia Ocupacional e Fisioterapia também passam a ter cobertura ilimitada. Entidade que atua diretamente na discussão das legislações sobre as pessoas com deficiência, pleiteava alteração na lei

Publicado: 12.07.2022

Nesta segunda-feira (11), a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) decretou fim ao limite de consultas com psicólogos, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais e fisioterapeutas para usuários de planos de saúde. A partir de 1º agosto, as consultas passam a ser ilimitadas. A medida foi recebida com alegria pela Federação Nacional das Associações Pestalozzi (Fenapestalozzi), entidade que atua na defesa e garantia de direitos das pessoas com deficiência e transtornos globais de desenvolvimento.

Com essa aprovação, o fim do limite de consultas e sessões com esses profissionais passa a ser válido para pacientes com qualquer diagnóstico, de acordo com a indicação do médico. Dentre os usuários de plano de saúde, serão beneficiados aqueles clientes de convênios médicos que têm qualquer doença ou condição de saúde listada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), como Paralisia Cerebral, Síndrome de Down, Esquizofrenia, entre outros.

Ester Alves, presidente da Fenapestalozzi, pontua que antes, o fato de limitar o quantitativo de sessões prejudicava muito o andamento das terapias e da melhora dos pacientes.  Agora, com a alteração, finalmente será possível atender às necessidades de cada caso.

“Recebemos com muita esperança essa alteração. Era uma notícia que aguardávamos há tempos, e uma demanda muito importante para todas as pessoas que a Pestalozzi atende. Haja vista que nós atendemos principalmente pessoas com deficiência intelectual e múltipla e estas pessoas requerem um atendimento continuado com uma certa frequência”, comenta.

Sobre a Fenapestalozzi

Fundada em 28 de agosto 1970, a Federação Nacional das Associações Pestalozzi (Fenapestalozzi) é uma associação civil de direito privado, sem fins econômicos, que visa a defesa e garantia de direitos das pessoas com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades assim como suas famílias, atuando nas áreas de assistência social, educação, saúde, trabalho, cultura, esporte, lazer, entre outras.

A Federação Nacional representa o Movimento Pestalozziano e tem por finalidade integrar as 235 afiliadas que estão presentes nas 5 regiões do pais, distribuídos em 20 estados e no Distrito Federal. Juntando esforços, por meio das Associações Pestalozzi, é possível implementar medidas técnicas, científicas e administrativas em todo território nacional, com o objetivo de proporcionar às pessoas com deficiência condições para o exercício pleno de seus direitos como cidadãos comuns.

A federação visa garantir os direitos das pessoas com deficiência e luta diariamente por ações sociais e políticas públicas que interajam e desenvolvam a autonomia e independência dessas pessoas, capacitando-os para o futuro.

Deixe um comentário