Ad
Home Últimas Notícias Preso suspeito de fingir ser médico para seduzir e roubar mulheres

 

A Polícia Civil de Goiás apresentou nesta terça-feira (12/05), em Goiânia, um homem de 36 anos suspeito de aplicar golpes e furtar joias, produtos eletrônicos e até carros de mulheres que conhecia via redes sociais voltadas para relacionamento amoroso. Segundo a polícia, ele se apresentava como médico bem-sucedido para seduzir e manipular as vítimas. À imprensa, Oscar Renato Batista Gomes afirmou ser ator e alegou que ele próprio é a vítima da situação.

“Se ela foi à minha casa, deixou essas coisas aí e, três meses depois, não foi buscar, eu não tenho culpa”, diz referindo-se aos objetos que teriam sido roubados. “Mulher mal amada quando pega é uma coisa. Eu não sou santo, o que eu posso até ser culpado é de ter deixado elas apaixonadas e não ter correspondido”, completa Oscar.

O homem foi preso na quinta-feira (7/05) em Paracatu, Minas Gerais, sua terra natal, após cerca de um mês de investigações por parte da Polícia Civil de Goiás. De acordo com o delegado Hellyton Carvalho, do 8º Distrito Policial, duas mulheres do Distrito Federal registraram ocorrência contra Oscar na delegacia de Goiânia, após terem sido convencidas a passar alguns dias com ele na capital goiana e terem bens como carros, joias e notebook furtados pelo suspeito.

A Polícia Civil ainda não fez a soma de vítimas feitas pelo mesmo homem, entretanto, sabe que ele aplicava diversos tipos de golpes e identificou que ele possui passagens por furto mediante fraude e estelionato no DF e outros quatro estados: Rio de Janeiro, São Paulo, Rio Grande do Norte e Goiás.

O delegado acredita que os golpes eram aplicados pelo menos desde 2013, quando Oscar foi preso no DF por estelionato. Ele chegou a passar um ano preso, e após ser liberado, voltou a cometer os crimes.

Segundo o delegado, no próximos dias a Polícia Civil deve indiciá-lo por estelionato e furto mediante fraude. Se condenado, pode ser punido com até 13 anos de prisão.

(Com G1)

Deixe um comentário