Ad
Home Destaques Governo promete entregar 10 grandes obras até o final de 2015

Até o final deste ano, o governador Marconi Perillo vai entregar à população goiana pelo menos 10 grandes obras com investimento aproximado de R$ 100 milhões cada. Elas fazem parte de um vultoso pacote de 14 obras conduzidas atualmente pelo governo estadual e executadas pela Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop). Três delas já foram entregues e a data de outras já estão agendadas. Marconi determinou à sua equipe agilidade no cumprimento dos prazos estabelecidos.

A primeira entregue foi a pavimentação da GO-230, no trecho entre Goianésia e Rianápolis. Ao custo de R$ 37 milhões, a obra foi inaugurada no final de junho. Depois, o governador entregou a pavimentação da GO-173, no trecho entre Aruanã e Britânia. O investimento na construção de 38,6 quilômetros do trecho foi de R$ 35 milhões. Em seguida, foi inaugurado o Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), entregue no último dia 6 deste mês.

Maior hospital da região Centro-Norte do país, o Hugol possui 71 mil metros quadrados de área construída, equipamentos ultramodernos, 510 leitos e uma equipe que somará três mil trabalhadores. Foram investidos aproximadamente R$ 168 milhões na obra, e cerca de R$ 95 milhões em equipamentos e mobiliário. O custeio mensal do hospital será de R$ 15 milhões.

0bb0df2b0e6c4431a1e72f9cb61f6bda

A duplicação da GO-020, no trecho entre Goiânia e Bela Vista de Goiás já está com a parte física concluída. A Agetop finaliza apenas a iluminação do trecho, que tem extensão de 47,9 quilômetros e cujo investimento é de aproximadamente R$ 175 milhões. O trecho compreende também uma ciclovia e a ponte sobre o Rio Meia Ponte. Marconi e o presidente da Agetop, Jayme Rincón, afirmaram que a obra será concluída em setembro, quando será entregue aos goianos.
O Centro de Excelência do Esporte será entregue na data do aniversário de Goiânia: 24 de outubro. A obra abrange o Laboratório de Capacitação e Pesquisa, Estádio Olímpico e Parque Aquático. Em vídeo divulgado em seus perfis nas redes sociais no mês passado, Marconi reiterou que trata-se de uma grandiosa obra que poderá comportar eventos variados; e servirá também para treinamento dos atletas que participarão das Olimpíadas de 2016, que será sediada no Rio de Janeiro. O investimento é superior a R$ 158 milhões.

O primeiro Centro de Recuperação de Dependentes Químicos (Credeq), que está localizado em Aparecida de Goiânia, será entregue até o final deste ano. Com mais de 10 mil metros de área construída, o Credeq terá dois consultórios de psiquiatria e dois de psicologia; seis consultórios clínicos, salas de desintoxicação e de reanimação, posto de enfermagem, oficinas terapêuticas, dentre outros serviços. O valor da obra ultrapassa R$ 29 milhões. Marconi tem afirmado desde o início da obra que o Credeq será modelo para o país, assim como já é há alguns anos  o Centro de Reabilitação e Readaptação Dr. Henrique Santillo (Crer).

Duplicações

Três rodovias goianas estão sendo duplicadas em alguns trechos. A duplicação da GO-403, no trecho entre Goiânia e Senador Canedo, deve ser entregue no final de julho. Rincón afirmou que a obra terá o mesmo padrão de qualidade da duplicação da GO-020. Além da pavimentação, possui duas pontes, iluminação e um viaduto no cruzamento com a GO-010. O valor de investimento é de aproximadamente R$ 61 milhões.

De acordo com Rincón, a obra de duplicação da GO-070 entre Goiânia e a cidade de Goiás deverá ser concluída até o trevo de Mossâmedes no final deste ano. O investimento é da ordem de R$ 248 milhões. A duplicação da GO-080, de Nerópolis ao entroncamento da BR-153, que passa por Petrolina de Goiás e São Francisco de Goiás, está em ritmo acelerado e custará, ao final, R$ 198 milhões.

Por meio do programa Rodovida Construção, a Agetop realiza a construção de 50 quilômetros do trecho da GO-132 entre Minaçu e Colinas do Sul, com investimento aproximado de R$ 168 milhões. A Agetop pavimenta, também, a Rodovia de Ligação, trecho de 38,87 quilômetros entre Palmeiras de Goiás – Indiara, ao valor de R$ 43 milhões.  A ponte de Cocalinho está em fase de conclusão. O valor estimado é de R$ 46 milhões.

Anápolis

centro de convenções

O Aeroporto de Cargas e o Centro de Convenções de Anápolis estão entre as maiores obras do Governo do Estado, mas devem ser inauguradas no próximo ano. A conclusão da pista do aeroporto está em estágio avançado e custará ao cofre estadual aproximadamente R$ 263 milhões. O Aeroporto de Cargas integra a Plataforma Logística Multimodal de Anápolis.

O Centro de Convenções está orçado em R$ 144 milhões, e possui aproximadamente 40 mil m² de área construída, em um espaço de quase 1 milhão de m². O complexo terá dois auditórios, com capacidade para 750 e 2.350 pessoas, respectivamente.

Deixe um comentário