Home Cidades Anápolis tem dois furtos e um roubo de carro por dia

Mesmo com a diminuição das ocorrências em relação aos dados do ano passado, a média diária geral deste tipo de crime na cidade é de 3,43

ANDRÉ FELIPE RIBEIRO

Anápolis fechou o primeiro trimestre de 2017 com uma média de dois furtos e um roubo de carro por dia. Houve uma queda das ocorrências em relação ao ano passado, mas em números absolutos, nada mudou por enquanto nas estatísticas deste tipo de crime. Os dados são do Observatório da Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP).

Em janeiro, fevereiro e março de 2016, Anápolis teve uma média diária de 2,35 furtos e de 2,07 roubos de carros. Já neste ano, nos mesmos três meses, a média de furto foi de 2,01 e de roubos, 1,42 por dia.

De acordo com os dados da SSPAP, no primeiro trimestre deste ano foram 309 carros furtados ou roubados na cidade de Anápolis. Ano passado, no mesmo período, foram 399 carros levados por criminosos.

Segundo o comandante do 3° CRPM, coronel Giovanni Bonfim Júnior, a Polícia Militar vem realizando operações em locais específicos, onde a incidência desse tipo de crime mais ocorre, através de uma análise criminal dos registros de ocorrências de furto e roubo de veículos.

“O Serviço de Inteligência também tem monitorado as quadrilhas que atuam neste tipo de crime, facilitando assim a identificação e prisão desses autores”, afirma o coronel a respeito do trabalho da PM.

Se somados os furtos e roubos do primeiro trimestre do ano passado a média chega a 4,43 carros tirados de seus donos por dia. Houve queda neste ano, porém a soma dos furtos e roubos ainda é considerada alta. A média diária deste ano nos primeiros três meses é de 3,43.

Para o comandante do 3° CRPM, o efetivo da Polícia Militar em Anápolis é satisfatório. Ele ressalta que em poucos meses esse quantitativo terá um acréscimo devido à formação de novos policiais, com previsão de chegada na cidade para agosto.

Atípico
No final de fevereiro, foram encaminhados para o novo presídio de Anápolis, ainda não inaugurado oficialmente, 558 presos de Aparecida de Goiânia, após uma briga de facções que danificou a Penitenciária Odenir Guimarães (POG).

A cidade de Anápolis conta com 16 viaturas pra o patrulhamento da cidade e para a segurança do novo presídio, foram encaminhadas seis delas. De acordo com o coronel Giovanni, o fato das viaturas estarem no presídio não afetou no patrulhamento da cidade porque os serviços extraordinários reforçaram o policiamento. “A necessidade de envio de viaturas para a segurança externa do presídio não influenciou nos crimes de roubo e furto, tendo em vista que o policiamento na cidade foi reforçado pelo serviço extraordinário, bem como de unidade especializadas em Goiânia, como o Batalhão de Choque e a Rotam”, explica o oficial.

Diferença
O furto de veículo ocorre quando o condutor não está presente, desta maneira não há violência ou grave ameaça. Na maioria dos casos esta prática delituosa ocorre em veículos mais antigos em que o sistema de segurança é mais vulnerável, facilitando a ação do criminoso.

Já o crime de roubo tem como característica o emprego de violência ou grave ameaça às vítimas. Em sua maioria há o emprego de arma de fogo ou arma branca.

OS NÚMEROS

2017

Roubos de veículos
Janeiro: 54 registros
Fevereiro: 34 registros
Março: 40 registros

Furtos de veículos
Janeiro: 45 registros
Fevereiro: 35 registros
Março: 101 registros

2016

Roubos de veículos
Janeiro: 75 registros
Fevereiro: 45 registros
Março: 67 registros

Furtos de veículos
Janeiro: 96 registros
Fevereiro: 59 registros
Março: 57 registros

Deixe um comentário