Home Destaques Vereador propõe Frente Parlamentar para melhorar a segurança pública em Anápolis

DA REDAÇÃO

O vereador Pastor Elias Ferreira (PSDB) defendeu na tribuna da Câmara Municipal, na sessão de quarta-feira (23.ago.17), a criação da Frente Parlamentar para a Segurança Pública. Segundo ele, o colegiado teria o objetivo de ampliar a força de cobrança junto ao Município, Estado e União, para prevenção ao uso de drogas, com foco no usuário e na família.

Segundo Pastor Elias, foi realizado estudo sobre a viabilização das políticas de prevenção ao uso de drogas. “Queremos dar mais força a ações como a implantação e ampliação do sistema de vigilância de videomonitoramento, e a criação de mecanismos para produzir e gerir informações sobre estratégia de combate à violência e à criminalidade”, disse o vereador.

Pastor Elias Ferreira citou ainda que a Frente terá objetivo também de viabilizar a Defesa Civil Municipal, para atuar em situações de risco e desastre. “Vamos também promover debates e seminários sobre o tema, intercâmbio com parlamentares nos âmbitos municipal, estadual e federal, para troca de experiências”, ressaltou. A fala do vereador teve repercussão positiva entre os demais vereadores.

Debate
Também visando um debate sobre segurança pública, o vereador Lisieux José Borges (PT) realizou reunião na quarta-feira (24), com moradores da Vila João Luiz de Oliveira e Bairro Santo André, com a presença do comandante do 4º BPM, tenente-coronel Dakson Lima.

“Inicialmente o principal ponto do encontro foi tratar de segurança. Convidei o comandante Dakson para falar sobre isso, pois é um problema que atinge todo o país. A polícia fornece muitas informações interessantes para evitar que as pessoas sejam vítimas de violência, mas também ouvimos a comunidade sobre as principais mazelas”, falou o petista.

O comandante Dakson ministrou uma palestra para falar de segurança comunitária. “Nossa ideia é ensinar o cidadão a não se tornar uma vítima fácil e deixar a cidade mais segurança. Pelos nossos dados estatísticos, a região aqui é tranquila, mas mesmo assim não deixamos de nos preocupar, por isso viemos para ouvir a população”, disse o policial militar.

O comandante falou também que muitas pessoas não registram ocorrência e por isso nem sempre os dados que a PM tem em mãos espelham a realidade. “Faço um apelo para que as vítimas façam o boletim de ocorrência, pois esta é a forma de mensurar os índices criminais e redirecionar nosso policiamento. Com a omissão, não é possível fazer a estatística”.

O presidente da Associação de Moradores da Vila João Luiz de Oliveira, Braz da Silva, disse que o setor realiza diversas reuniões para tentar melhorar a segurança pública local. “Desde que começamos a nos encontrar e após o comandante Dakson assumir o 4º BPM, a situação amenizou. A audiência foi muito importante, pois conseguimos solicitar a sede pra associação e a nossa capela. Também queremos mais sinalização, pois os acidentes estão constantes”, explicou.

O Diretor da Companhia Municipal de Trânsito e Transportes, Carlos César Toledo, falou que a CMTT está realizando diversos trabalhos na cidade. “Estamos fazendo sinalizações nos bairros, revitalização de pontos de ônibus, lombo faixas, e todos os requerimentos de engenharia. Estamos aqui para prestar contas e levantar as principais demandas da população” comentou.

Durante o ato, os policiais Sargento Hercílio, Cabo Franciele, Sargento Tomé e Soldado César, quatro Policiais Militares foram homenageados em reconhecimento pelos serviços prestados na região, por conseguirem reduzir o número de crimes na região.

Deixe um comentário