Home Opinião Um golpe na esperança | por Cícero Carlos Maia

Com o fim do regime militar, o presidente da época, Gen. Figueiredo, determinou que todos os brasileiros que estavam fora do país, poderiam voltar porque para ele: “Lugar de brasileiro é no Brasil”. Com isso todos aqueles que haviam sido banidos do país por apresentarem um comportamento nada republicano durante uma fase da vida nacional, estavam livres para retornar à pátria como cidadãos nacionais.

Foi promovida uma anistia política, ampla, geral e irrestrita! O passado foi esquecido e todos eles reassumiram seus postos no cenário político nacional! Organizaram um partido político, disputaram eleições presidenciais até atingirem a vitória eleitoral.

Todos os que voltaram representavam um medo para a sociedade devido ao fato de que, todos eles, estavam fortemente ligados a facções políticas, extremistas, representadas pela cor vermelha!

Para chegar à vitória, apresentavam como lema: “A esperança vencerá o medo”! A esperança representava o fato de que, do ponto de vista administrativo, nada mais seria como antes! O medo significava que não seguiriam as atitudes pregadas nas cartilhas vermelhas mundo a fora!

Para a felicidade de todos, como não poderia deixar de ser a Presidência da República foi assumida por um operário com quase nenhuma escolaridade relativamente ao cargo que seria exercido!

Infelizmente o lema de campanha foi esquecido, aos poucos a fantasia de cordeiro foi dando lugar ao velho e feroz lobo que aguardava o momento de manifestar a sua essência! O que passamos a assistir foi um verdadeiro descalabro na vida nacional! Ditadores horrorosos passaram a ser reverenciados como seres de primeira linha! O sanguinário ditador da Líbia foi tratado como: “meu querido irmão”. Reconhecidos assassinos que dizimaram milhares de pessoas foram celebrados ao sabor de um esfumaçante charuto; Um comerciante de petróleo recebeu milhões de dólares dos nossos promotores da esperança; dentre muitas outras agressões contra o nosso sofrido país!

Felizmente o teatro de horrores chegou ao fim! Criminosos travestidos de empresários estão sendo enviados ao local de onde nunca mais devem sair, a cadeia! Como não poderia deixar de ser, os mafiosos se serviram de um operário, simples para conduzirem-no à Presidência da República para dar vida aos seus projetos demoníacos! Agora o sonho do operário chegou ao fim! A prisão será a dura realidade!

Deixe um comentário