Projeto, aprovado pelo Ministério da Saúde, foi iniciado com a construção da base em Corumbá e mais uma viatura para Pirenópolis

Fonte: Prefeitura Municipal de Anápolis

Referência e exemplo de funcionamento em todo o estado de Goiás, o Samu de Anápolis recebeu a última viatura para renovação total da frota. Agora, o processo é de ampliação, cujo projeto já foi aprovado pelo Ministério da Saúde que deve enviar, em breve, mais duas ambulâncias para a cidade. “Estamos aguardando apenas a publicação do termo de doação das viaturas. Com essa ampliação, teremos oito só em Anápolis”, conta o secretário municipal de Saúde, Lucas Leite.

O projeto de ampliação do Samu de Anápolis contempla ainda a criação de uma base em Corumbá de Goiás com duas viaturas. “O projeto inclui também a aquisição de mais uma viatura para a base de Pirenópolis”, informa a coordenadora do Samu, Eliane Bento. Para as bases de ambos os municípios os termos de doação das ambulâncias já foram publicadas e estas devem chegar nos próximos dias.

Com isso, grande parte do projeto de ampliação está em andamento. Agora só falta a publicação da portaria para a vinda de mais duas viaturas para compor a frota de Anápolis que passará a ter oito ambulâncias – seis de unidades de suporte básico e duas de avançado –, e duas motolâncias, o que significa mais agilidade e eficiência no atendimento às urgências e emergências.

E as viaturas antigas, substituídas na renovação de frota, também serão utilizadas. Elas compõem da reserva técnica, em caso de necessidade de manutenção, garantindo a funcionalidade integral do atendimento do Samu. Outra função para estes veículos é o transporte sanitário que, após autorização do Ministério da Saúde, podem ser utilizadas para remoção de pacientes que não sejam casos de alta complexidade. “Temos seis viaturas de reserva técnica e já vamos entrar com pedido junto ao Ministério para a mudança de finalidade de duas para o transporte sanitário”, explica Eliane Bento.

Atendimento
O Samu tem como missão prestar atendimento pré-hospitalar de urgência e com excelência à população o mais rápido possível. Em Anápolis, o 192 recebe cerca de cinco mil ligações por mês que são convertidas em atendimento à população, seja por orientação, resgate, entre outras situações de urgência e emergência, quando a pessoa corre risco de morte e/ou possui um agravo traumático ou clínico que requer encaminhamento para o hospital.

Atualmente, a frota do Samu em Anápolis conta com duas ambulâncias de suporte avançado e quatro de suporte básico, além de duas motolâncias. Fazem parte da estrutura a sede com a Central de Regulação, na Avenida JK, e o posto de atendimento, na Vila Jaiara. Agora há também o serviço aeromédico, em parceria com o Corpo de Bombeiros, com dois helicópteros e um avião.

A Central de Regulação atende aos municípios que compõem a Regional Pireneus. Além de Anápolis, fazem parte Alexânia, Abadiânia, Campo Limpo, Gameleira, Goianápolis, Terezópolis de Goiás, Cocalzinho, Pirenópolis, Corumbá de Goiás, Padre Bernardo e Mimoso de Goiás. Na região, são quase 490 mil habitantes amparados pelo Samu 192.

 

Deixe um comentário