Ad
Home Destaques Roberto Naves entrega ao legislativo projeto de lei para doação de 2,8...

”Meu Lote, Minha História” atenderá população em vulnerabilidade social e critérios serão divulgados assim que a matéria for aprovada na Câmara e retornar ao executivo para sanção

Depois de insistente cobrança de uma rádio de Anápolis (Nova FM, radialista Cândido Filho), prefeito resolve, para amenizar as críticas e alavancar a campanha de sua candidata, enviar projeto à câmara. Leia a seguir matéria postada no site da prefeitura de Anápolis:

 

Publicado: 11.05.2022

O prefeito Roberto Naves apresentou à Câmara Municipal de Anápolis, em sessão desta quarta-feira, 11, o projeto de lei que cria o programa habitacional “Meu Lote, Minha História”, que permitirá a doação de 2,8 mil lotes a cidadãos em situação de vulnerabilidade socioeconômica.

Durante mais de um ano, a administração realizou estudos técnicos sobre quais áreas públicas da cidade são essenciais para implantação de espaços como postos de saúde, escolas e praças, e quais têm disponibilidade para habitação. “Essas áreas habitacionais estão sendo divididas em lotes e serão doados para a população assim que a Câmara aprovar o projeto de lei”, explicou o prefeito.

Roberto informou ainda que o projeto foi elaborado entre a Secretaria Municipal de Integração Social, Esporte e Cultura e a Procuradoria Geral do Município. “A pessoa que for beneficiada não terá custas cartorárias e vai receber um projeto para a construção da casa própria aprovado pela Prefeitura. É um compromisso de campanha que, hoje, nós estamos aqui para poder cumprir junto com a Câmara Municipal”, destacou.

“A Secretaria de Integração Social, Esporte e Cultura e a primeira-dama Vivian Naves vêm cuidando das pessoas que estão em estado de vulnerabilidade, que têm uma condição de renda inferior àquela que a gente deseja para o cidadão, distribuindo cestas básicas e outros benefícios sociais. ‘Meu Lote, Minha História’ chega para podermos atender essas pessoas em uma outra vertente: a habitacional”, concluiu Roberto Naves.

Foto: Bruno Velasco

 

Deixe um comentário