Ad
Home Destaques Justiça já bloqueou R$ 700 mi das empreiteiras envolvidas na Lava Jato

A Operação Lava Jato já resultou no bloqueio judicial de cerca de R$ 700 milhões de empreiteiras envolvidas no cartel que assaltou os cofres da Petrobras. Coordenador da força-tarefa que investiga o escândalo, o procurador da República Deltan Dallagnol divulgou nesta quinta-feira duas novas decisões judiciais.

Numa, foi decretado o bloqueio de pouco mais de R$ 241 milhões da Camargo Corrêa e da Sanko-Sider. Noutra, bloquearam-se R$ 302 milhões da Galvão Engenharia. Somando-se as duas cifras, chega-se a R$ 544 milhões. Incluindo-se na conta valores que já haviam sido bloqueados da construtora Engevix, chega-se ao montante de R$ 700 mihões.

As cifras são expressivas. Mas representam pouco perto do total da pilhagem. O procurador Dallagnol estimou o buraco do propinoduto petroleiro em R$ 6,2 bilhões. Somando-se as pretensões de ressarcimento da Procuradoria com as multas, chega-se ao valor de R$ 6,7 bilhões. Esses números vieram à luz junto com a nova denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal no Paraná, dessa vez contra o núcleo político.

Deixe um comentário