Ad
Home Últimas Notícias Polícia prende quadrilha acusada de assassinato do jovem Donato Gontijo

FERNANDA MORAIS

A Polícia Civil divulgou na noite da última quinta-feira (23/2), a prisão da quadrilha acusada de ter assassinado o jovem Donato Gontijo da Fonseca Neto, de 27 anos. A investigação foi realizada através de uma força-tarefa composta pelo Grupo de Investigação de Homicídios de Anápolis (GIH), Grupo Especial de Repressão a Crimes Contra o Patrimônio (Gepatri) e o Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (Genarc).

Os delegados responsáveis pela investigação, Cleiton Lobo de Araújo, Carla de Bem e Vander José Coelho, informaram que foram cumpridos quatro mandados de prisão contra os executores do latrocínio. Foram detidos Alex Estavam de Queiroz, 20 anos; Leidiane dos Santos Sousa, 24 anos; Wender Patrike Bueno de Oliveira, 21 anos e Rogervitor Ferreira Borges, 21 anos. “Roubo, essa foi a justificativa da morte”, afirmou a delegada Carla de Bem.

Foram ainda cumpridos 10 mandados de busca e apreensão e localizada a arma utilizada no crime. Ainda, durante o transcorrer da operação ficou evidenciada a participação de Lucas Araújo Milhomem, 20 anos. Todos os envolvidos ficarão à disposição do Poder Judiciário.

Crime
Donato Gontijo foi vítima de latrocínio (roubo seguido de morte) no dia 5 de fevereiro. O jovem foi assassinado dentro de casa por volta das 7 horas da manhã pouco antes de sair para trabalhar na panificadora da família. Três homens invadiram a casa da vítima que, mesmo colaborando com a ação dos marginais, foi assassinado com um tiro na cabeça. Ele chegou a ser socorrido pelo Samu, mas morreu no Hospital de Urgências de Anápolis Dr. Henrique Santillo (Huana).

Deixe um comentário