Ad
Home Últimas Notícias 3ª etapa do Circuito Radical de Parques de Goiás inclui atletas paralímpicos

Além das provas tradicionais, por idade e sexo, de 12 e 24 km, foram criadas categorias inclusivas para pessoas com deficiência, com percursos de 1,5 km para cadeirantes e 3 km para andantes. Crianças a partir de 4 anos e terceira idade (acima de 55 anos) também têm categorias próprias

Publicado: 07.02.2022

Foto: ABC Digital

O fomento a atividades esportivas em contato direto com a natureza, aliado à educação ambiental e ao estímulo ao ecoturismo são os objetivos do Circuito Radical de Parques de Goiás. A prova chega à 3ª etapa e será realizada no Parque Estadual Altamiro de Moura Pacheco no dia 13 de fevereiro. O evento é promovido pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), pela Goiás Turismo e pela Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (SEEL).

Além das provas tradicionais, por idade e sexo, de 12 e 24 km, foram criadas categorias inclusivas para pessoas com deficiência, com percursos de 1,5 km para cadeirantes e 3 km para andantes. Crianças a partir de 4 anos e terceira idade (acima de 55 anos) também têm categorias próprias.

Em entrevista nesta sexta-feira (4) ao Jornal Brasil Central Edição da Noite, o gerente de paradesporto da Semad, Luiz Henrique Pereira, ressaltou a importância da inclusão dos atletas paralímpicos na prova. “Esse é um projeto piloto, que vai contar com os atletas goianos, que vêm para conhecer o circuito. A gente espera que seja o primeiro de vários outros”. As incrições para a prova são relizadas pelo link racingtime.com.br/event/circuito-radical-parques-de-goias-peamp/.

Deixe um comentário