Ad
Home Destaques Progressistas Goiás é referência na representatividade de mulheres na política

Publicado: 18.02.2022

Matéria do jornal O Globo intitulada “Barreira às Mulheres”, divulgada nesta semana, mostra como o caminho para as mulheres na política ainda é cheio de desafios e percalços. Mesmo representando maioria do eleitorado (52,5%), elas continuam sendo a minoria nos palanques, nas casas legislativas, dentro dos partidos e dentro do executivo. Mas essa não é a realidade do Partido Progressistas no Estado de Goiás, vai na contramão desse cenário, sobretudo em período eleitoral.

Dados divulgados pelo Jornal O Popular, após as eleições 2020, mostram que a legenda é a que, proporcionalmente, mais elegeu mulheres no estado Goiás. De acordo com o levantamento, o Progressistas foi o partido que mais teve sucesso com candidaturas femininas em Goiás nas eleições municipais. De 632 mulheres candidatas no partido, 51 se elegeram, o que equivale a 8,1% – contra 22% de eficácia das candidaturas masculinas.

De um total de 2.515 vereadores eleitos em Goiás, 369 são mulheres. O Progressistas Goiás elegeu 51 vereadoras, quatro prefeitas e 20 vice-prefeitas.

Segundo o presidente da legenda em Goiás, Alexandre Baldy, a mulher na política é uma prioridade dentro do partido e o próximo pleito será decisivo para que as mulheres progressistas alcancem ótimos resultados. “As mulheres sempre tiveram voz ativa dentro do Progressistas Goiás. Em 2020 conseguimos um belo resultado com nossas vereadoras, prefeitas e vice-prefeitas. Eu tenho certeza que vamos conseguir ampliar ainda mais esse quantitativo depois de outubro, com mulheres progressistas dentro da Assembleia Legislativa e da Câmara Federal”, destacou Baldy.

Foto: As quatro prefeitas goianas progressistas de Montevidiu do Norte, Cirinha; Nárcia Kelly de Bela Vista de Goiás; Azaíde de São Miguel do Araguaia e Adna de Guaraíta.

Deixe um comentário