Image
Home Últimas Notícias Prefeitura cobra investimentos antes de pedágio ser instituído

O prefeito João Gomes (PT) foi a Brasília na semana passada com uma série de reivindicações junto à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Acompanhado do deputado federal Rubens Otoni (PT), o chefe do Executivo anapolino se reuniu com o diretor-geral do órgão, Jorge Luiz Bastos, para apresentar os projetos a serem realizados no contorno rodoviário de Anápolis que estão pendentes de execução. O trecho se refere ao perímetro urbano da BR-060 que, atualmente, está sob administração da empresa Triunfo Participações e Investimentos, ganhadora do direito de exploração da infraestrutura da rodovia.

Entre as ações estão a realização de obras de infraestrutura, que configuram na construção de três viadutos no perímetro rodoviário da cidade e ainda a instalação de iluminação em todo o trecho — com destaque ao viaduto do Distrito Agroindustrial de Anápolis (Daia). João Gomes apresentou a documentação e projeto a Bastos e sua equipe, formada por engenheiras e advogadas. A ação deve ser desenvolvida junto à empresa que adquiriu a concessão da rodovia e que em algumas semanas deverá iniciar a cobrança de pedágio. “Nossa intenção é fazer com que esta concessão traga benefícios diretos à cidade, é isso que a população espera”, disse o prefeito.

Jorge Luiz Bastos se comprometeu junto ao prefeito e ao deputado a promover encontro com os técnicos da concessionária a fim de estipular um projeto exequível e um cronograma para a realização das intervenções sugeridas. Ele explicou que há uma adequação a ser feita junto ao aporte de verbas previsto dentro do contrato firmado entre o governo federal e a empresa e que, a partir disto, haverá toda a disponibilidade para atender às reivindicações. “É de interesse da ANTT celebrar as me­lhorias que garantam a segurança das nossas BRs”, disse o diretor-geral.

Investimento

A estimativa é que, em no máximo 40 dias, haja a apresentação de um projeto para atender as demandas da cidade. Com a aprovação de to­das as partes envolvidas, poderá ser estipulado um prazo para a execução das alterações. João Gomes deixou a reunião animado com as resoluções e afirmou estar animado e confiante com as respostas da ANTT. “Já que criamos uma agenda de trabalho, o que mostra que o projeto irá perseverar e acontecer”, explica.

Para o deputado Rubens Otoni, a importância da cidade de Anápolis no cenário regional e para o Brasil é determinante para a conquista de investimentos do setor nestas obras. Segundo ele, a segunda cidade mais rica de Goiás é respeitada em todo o Brasil e é vista como um ponto estratégico para investimento. “Abrir mais espaços com maior fluidez é contribuir diretamente para o crescimento e escoamento da produção do Brasil”, avalia.

João Gomes pretende estudar com sua equipe uma ação ou medida paliativa para resolver pelo menos o problema da iluminação do Daia. Segundo ele, a situação tem se agravado pela alta densidade de tráfego existente no trevo, por isso é necessário buscar soluções caso haja algum tipo de entrave na celeridade desta obra no governo federal. “Nossa população passa por lá diariamente e não podemos deixar tudo às escuras sob o risco de acidentes.”

(Com Prefeitura de Anápolis)

Deixe um comentário