Ad
Home Últimas Notícias Dia Mundial do Câncer é lembrado neste sábado, 4 de fevereiro

ANA CLARA ITAGIBA

Neste sábado, 04 de fevereiro, é considerado o Dia Mundial do Câncer. O objetivo é levar às pessoas a conscientização sobre a importância da prevenção da doença, e divulgar alguns possíveis sintomas.

A data foi instituída desde 2005 pela União Internacional para o Controle do Câncer (UICC). O tema da campanha 2016/2018 é “Nós podemos. Eu posso”, e busca mostrar para a sociedade que todos podem fazer sua parte para a redução da doença no mundo.

No Brasil, o Instituto Nacional de Câncer (INCA) luta para mudar a realidade da doença. Recentemente o Instituto divulgou os principais sinais e sintomas em crianças e adolescentes. Confira:

– Palidez, hematomas ou sangramento, dor óssea;

– Caroços ou inchaços – especialmente se indolores e sem febre ou outros sinais de infecção;

– Perda de peso inexplicada ou febre, tosse persistente ou falta de ar, sudorese noturna;

– Alterações oculares – pupila branca, estrabismo de início recente, perda visual, hematomas ou inchaço ao redor dos olhos;

– Inchaço abdominal;

– dores de cabeça, especialmente se incomum, persistente ou grave, vômitos (em especial pela manhã ou com piora ao longo dos dias);

– Dor em membros ou dor óssea, inchaço sem trauma ou sinais de infecção;

– Fadiga, letargia, ou mudanças no comportamento (como isolamento);

– Tontura, perda de equilíbrio ou coordenação.

Hemocentro Móvel estará em Anápolis em busca de doadores de medula para garoto de 3 anos

Nesta sexta-feira (3/2) e no sábado (4/2) o Hemocentro Móvel de Goiânia estará em Anápolis, no Jaira Shopping, para colher material e realizar cadastros de possíveis doadores de medula.

A iniciativa foi um pedido da família de Henrique Noleto, de apenas três anos de idade, que luta contra a leucemia. O menino precisa urgente de um doador de medula, compatível 100%.

A família promove o evento para aumentar as chances de Henrique encontrar um doador o mais rápido possível. O Hemocentro Móvel estará em Anápolis das 9h às 16h.

Para fazer parte do banco de doadores do Hemocentro é preciso ter de 18 a 55 anos, levar documento com foto e, após passar por uma triagem doar, 5 ml de sangue.

Após o mapeamento genético, a pessoa passa a fazer parte do banco de dados do Hemocentro e pode ajudar as pessoas que lutam contra essa doença, em qualquer parte do Brasil.

Deixe um comentário