Ad
Home Últimas Notícias Soldado da PM é preso acusado de vender armas a bandidos

PM

Após um denúncia anônima, militares do Grupo de Radiopatrulha Aérea (Graer) prenderam três homens e apreenderam duas pistolas, sete carregadores, mais de 50 munições, R$ 16.500 em dinheiro e um carro de luxo roubado. Um dos presos é um soldado da Polícia Militar de Goiás que já responde a outros dois processos disciplinares.

Bruno de Assis Silva, de 30 anos, Allyson Guimarães Bueno, de 25 anos, estavam com o soldado PM Blenner Gonçalves Matias, de 29 anos, quando foram abordados dentro de um pesque pague no Setor Flor do Ipê, em Senador Canedo.

Armas

Dentro do veículo em que eles estavam, os militares do Graer encontraram dinheiro, duas pistolas calibre nove milímetros importadas, uma delas com kit rajada, 50 munições, dois carregadores para 30 munições cada, outros dois carregadores para 20 munições cada e um quinto com capacidade para 120 munições, o que torna a pistola mais potente que uma metralhadora.

Já na casa do soldado PM, na Vila Aurora Oeste em Goiânia, a equipe do Graer encontrou uma Mercedes avaliada em R$ 140 mil roubada e que já estava com placas clonadas e chassis adulterado, 50 munições de calibre 3.57 e dois carregadores de pistola calibre 380.

Blenner Gonçalves Matias já foi preso em 2012 após disparar tiros no estacionamento de um shopping de Goiânia, e em 2013 em três oportunidades. Uma ao ser flagrado com uma pistola roubada, outra após roubar um veículo com um comparsa, e no final do ano também foi autuado em flagrante por contratando de armas e descaminho.

“Vamos ver se agora ele realmente é excluído da PM e passa um bom tempo na cadeia, porque uma corporação centenária como a nossa não pode ter sua imagem suja por um criminoso disfarçado de policial”, comentou o Capitão Paulo Henrique do Graer. Os três presos estão sendo autuados na Delegacia de Senador Canedo.

Deixe um comentário