Ad
Home Últimas Notícias Pesquisa Procon: cesta básica mais em conta em maio

A redução é de 2,46% em relação ao mês passado; preço médio é de R$ 152,21

Fonte: Prefeitura de Anápolis

O preço da cesta básica está mais em conta para os anapolinos, em comparação com o mês passado. É que o preço do fardo sofreu redução de 2,46%, obtendo preço médio de R$ 152,21 contra R$ 156,05 no mês de abril. A pesquisa realizada pela Secretaria Municipal de Defesa do Consumidor (Procon Anápolis) verificou os 27 itens que compõem a cesta básica em oito estabelecimentos comerciais da cidade. Confira a pesquisa:

Na categoria de higiene pessoal, o papel higiênico (pacote com quatro unidades) aparece na lista com queda no preço, passando de R$ 3,39 para R$ 2,27, o preço médio. Hoje o produto é encontrado nas prateleiras pelo valor de R$ 1,77 até R$2,49 – variação de 41%.

O creme dental é outro item que aparece com redução de um mês para o outro. Antes o produto custava R$2,51, em média, e agora reduziu para R$2,48, e ainda assim, com uma variação de 71% a unidade, sendo que o menor valor encontrado foi de R$1,75 e o maior, de R$2,99.

Entre as carnes, o frango resfriado continua sendo a opção mais em conta, com um preço médio de R$ 6,44 o quilo, sendo vendido entre os valores de R$ 4,98 e R$ 8,19 o quilo. Já a carne tipo segunda, mais consumida pela população, manteve o preço médio de R$ 19,45 o quilo.

Outros alimentos que também sofreram redução no preço: açúcar refinado (pacote de 5 kg); farinha de mandioca torrada (pacote de 500g); margarina (pote de 500g); leite integral (caixa de 1L); óleo de soja (1L).

Saiba economizar

O Procon Anápolis orienta os consumidores para que antes de irem às compras criem o hábito de pesquisar preço e marca dos produtos, pois mesmo que o cliente adquira cada produto em um local, sempre haverá uma opção de compra com preço reduzido. Além disso, permita-se experimentar novas marcas que oferecem a mesma qualidade que as tradicionais.

Agora, para quem deseja economizar no supermercado é importante começar a levar uma lista dos itens que irá precisar no cardápio mensal. “Dessa maneira, evita-se o desperdício e a compra de itens supérfluos, como salgadinhos, doces e refrigerantes, que, muitas vezes, entram no seu carrinho apenas por impulso. Essa é uma dica importante da equipe de Educação e Informação do Procon Anápolis, criada na atual gestão”, ressalta o secretário.

Ele ainda explica que “a pesquisa de preços do Procon, além de tudo, é uma forma de contribuir na questão da Covid-19, podendo o consumidor optar por adquirir produtos no supermercado mais barato, ou diretamente nos locais apontados como contendo os menos preços de cada produto, e assim, pode-se evitar tantos deslocamentos”.

Deixe um comentário