Ad
Home Geral Goiás deve liderar produção nacional de girassol

Estimativa é de que sejam produzidas 33,8 mil toneladas, em uma área plantada de 20 mil hectares. Demanda puxada da indústria e plantio de variedades resistentes impulsionam cultivo no Estado

Publicado: 08.04.2021, foto: Fredox Carvalho

Produtores goianos têm apostado no girassol como cultura de segunda safra para a temporada 2020/2021. A expectativa é de que o Estado se consolide como primeiro lugar no ranking nacional do grão, com a produção de 33,8 mil toneladas, o que representa um aumento de 2,7% em relação à safra anterior. Os dados são do 7º levantamento da safra 2020/2021, divulgado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), nesta quinta-feira (08/04).

O aumento é explicado em partes pelo crescimento da área plantada, que deve chegar a 20 mil hectares (aumento de 2%), e da produtividade, que é estimada em 1,7 toneladas por hectare (aumento de 0,5%). Segundo a Conab, o plantio no Estado já se encontra concluído e as cultivares utilizadas são bastante eficientes na emissão de raízes quando em condições adversas de clima. A colheita segue prevista para o final de junho e início de julho.

Na avaliação do secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Carlos de Souza Lima Neto, a posição de líder na produção nacional, que é estimada para Goiás, contribui em diversas frentes para a economia do Estado. “Nossos produtores têm uma indústria ativa no Estado que compra essa produção para a fabricação de óleo, sobretudo no Sul do Estado, e isso aquece a demanda pelo cultivo, se tornando uma boa alternativa para a segunda safra que foi recentemente plantada”, avalia.

Para o secretário, essas condições de cenário favorável no Estado de Goiás contribuem para a geração de emprego no campo e na cidade, sobretudo na indústria. “Gera riqueza e sustento a diversas famílias. Por isso essa diversificação é muito importante. Temos excelentes números na produção de soja e milho, que são carros-chefes da economia, mas é interessante notar esse investimento em outras culturas pois alavanca o crescimento de outras atividades por todo o Estado.”

Segundo dados da última pesquisa a nível municipal, feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), os maiores produtores de girassol no Estado são os municípios de Piracanjuba, Vianópolis e Caldas Novas.

Outros cultivos

O levantamento divulgado pela Conab aponta expectativa da produção de 27,9 milhões de toneladas de grãos em Goiás na safra 2020/2021 (aumento de 1,3% em relação à safra passada), com destaque para produção de soja (expectativa de produção de 13,7 milhões de toneladas), milho (12,1 milhões de toneladas) e sorgo (1,3 milhão de toneladas). Também são destaque no levantamento a estimativa da produção de feijão (326,1 mil toneladas), trigo (175,2 mil toneladas) e arroz (129,2 mil toneladas).

Nesta quinta foi divulgado, ainda, o Levantamento Sistemático da Produção Agropecuária do IBGE que destaca a produção de cana-de-açúcar (73,9 milhões de toneladas), tomate (1,1 milhão de toneladas), banana (208,5 mil toneladas), mandioca (165,4 mil toneladas) e laranja (157,1 mil toneladas).

Comunicação Setorial da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) – Governo de Goiás

Deixe um comentário