Ad
Home Últimas Notícias Cinco candidatos a prefeito tiraram dinheiro do próprio bolso para a campanha

Dos sete candidatos a prefeito de Anápolis, apenas João Gomes (PT) e Pedro Canedo (DEM) não utilizaram recursos financeiros próprios na campanha.

Até essa segunda-feira (26/09), de acordo com dados do site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o candidato Roberto Naves (PTB) foi quem mais tirou dinheiro do próprio bolso para bancar sua campanha: foram R$ 70 mil, o que representa 31,32% dos R$ 223,5 mil de receita declarados até agora à Justiça Eleitoral.

José de Lima (PV) bancou até agora sua campanha quase na totalidade. Foram R$ 34 mil de recursos próprios, o que representa 93,15% dos R$ 36,5 mil arrecadados pelo candidato até agora.

Já o candidato Carlos Antonio (PSDB) bancou R$ 18.750,00 dos R$ 50,8 mil arrecadados na sua campanha, o que representa 36,91% do total.

O candidato Ernani de Paula (PSDC) declarou receita de R$ 1 mil até agora, dinheiro que saiu do seu próprio bolso. Já Valeriano Abreu (PSC) informou receita de R$ 4 mil, com R$ 1 mil de recursos próprios.

Entre os dois que não possuem recursos próprios na campanha, João Gomes declarou arrecadação total de R$ 94.990,00. Já Pedro Canedo, conseguiu R$ 231.677,40 para sua campanha.

Deixe um comentário