Ad
Home Últimas Notícias Funcionamento do aplicativo Uber em Anápolis é criticado por vereadores

LUANA CAVALCANTE

O Uber é um aplicativo que oferece transporte com um preço abaixo do que os cobrado por taxistas, por exemplo. Nesta terça-feira (14/2), a ferramenta começou a funcionar em Anápolis e o assunto foi uma das pautas abordadas pelos vereadores durante a sessão ordinária.

O primeiro a usar a tribuna para falar sobre o Uber foi o vereador Luiz Lacerda (PT), que avaliou que o funcionamento do aplicativo começa sem que tenha havido um diálogo com a sociedade e poderes públicos da cidade.

Já utilizado nas capitais como Goiânia e São Paulo, o parlamentar criticou que o parâmetro de avaliação do serviço seja de pessoas de fora da realidade de Anápolis. “São necessárias mais informações à população e ao poder público sobre essa nova proposta de transporte de pessoas”, reclamou.

Lacerda levantou diversos questionamentos. “Quem são essas pessoas? De onde surgiu? Em caso de acidente, quem indeniza? Tem seguro para possíveis vítimas? Onde reclamar?”, argumentou. O vereador também perguntou quem seriam os profissionais escolhidos para atuar em Anápolis. “Teve seleção? Porque não ficamos sabendo”.

Os vereadores Domingos Paula (PV) e Mauro Severiano (PSDB) também debateram o assunto durante a sessão desta terça-feira (14/2). Eles concordaram que existem leis municipais que devem ser seguidas e o Legislativo não foi procurado para ser informado sobre o assunto.

A vereadora Elinner Rosa (PMDB) também fez uso da palavra para falar sobre o aplicativo Uber. Ela parabenizou a iniciativa dos colegas de cobrar por mais informações sobre quem trabalha na cidade com esta ferramenta, mas ressaltou que é preciso apurar melhor para não se basearem em boatos. “Existem muitas conversas em redes sociais e precisamos tomar cuidados para não acreditarmos em tudo que aparece por aí. É preciso ter conhecimento real dos fatos”, falou.

Deixe um comentário