Ad
Home Editoriais Cidades Baixa procura por dose reforço da vacina preocupa gestores em Goiás

80% das UTIs goianas estão ocupadas com pacientes infectados pelo vírus. A Secretaria Estadual de Saúde de Goiás alerta para o risco de infecção e internação, e até mesmo o óbito, das pessoas que não concluíram o ciclo de vacinação contra a doença

Publicado: 11.02.2022

Foto: ABC-Digital

Goiás tem cerca de 1,9 milhão de pessoas que não completaram ainda o esquema vacinal contra a Covid-19. Apesar de 63% da população (4,4 milhões de pessoas) estarem em dia com a proteção (com duas e três doses), a baixa procura pelas doses de reforço preocupa as autoridades de saúde.

Em entrevista ao Jornal Brasil Central desta quarta-feira (9), Clarice Carvalho, gerente de Imunização da Secretaria Estadual de Saúde de Goiás (SES-GO), alertou para o risco de infecção e internação, e até mesmo o óbito, das pessoas que não concluíram o ciclo de vacinação contra a doença.

A gestora da SES-GO lembrou ainda os números atuais de ocupação de leitos na rede estadual de saúde em função da pandemia. As UTIs têm hoje 80% de sua capacidade utilizada com pessoas em tratamento de Covid, enquanto nas enfermarias esse número é de 63%.

Confira a reportagem:

 

Deixe um comentário