Ad
Home Últimas Notícias Anápolis cria Comissão para debater plano de carreira dos professores e profissionais...

A Prefeitura de Anápolis instituiu uma comissão especial para estudo, deliberação e apresentação de propostas para o avanço no plano de carreira dos professores municipais, bem como outras demandas que dizem respeito à educação em Anápolis.

Equipe de trabalho tem até seis meses para apresentar relatório com sugestões e propostas

Publicado: 26.05.2022

Foto: Bruno Velasco

A Comissão da Educação foi criada após reunião, realizada neste mês, com a participação do prefeito Roberto Naves, da secretária de Educação, Eerizania de Freitas, gestores e coordenadores de escolas e Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis), e também representantes do poder legislativo e do Sindicato dos Professores da Rede Municipal de Ensino de Anápolis (Sinpma).

Para o prefeito, a criação da comissão é fundamental para debater os avanços na educação e também esclarecer os pontos e informações que são erroneamente propagados. “O que mais quero é que os professores sejam valorizados, mas, acima de tudo, que fiquem a par do que podemos e o que não podemos fazer. Queremos avançar no que diz respeito às melhorias que a educação precisa, porém, é preciso agir com cautela e responsabilidade fiscal. Não podemos avançar além do limite que a lei determina”, comentou Naves.

A portaria que institui a comissão foi publicada em edição do Diário Oficial do Município desta semana, nomeando os representantes de todos os atores sociais envolvidos e determinando as atribuições da equipe de trabalho. Dentre as ações estão a realização de reuniões permanentes, diligências e também a atualização do Estatuto do Magistério dos professores municipais, criado em 2009. A Comissão da Educação tem o prazo de até seis meses para apresentar ao prefeito um relatório com sugestões e propostas.

“É um avanço no que diz respeito às políticas públicas da educação em Anápolis. Temos muito o que debater e faremos isso de maneira conjunta, saudável, com contraposição de ideias, conversas, análises, tudo com muita responsabilidade. Os estudantes, que são os protagonistas do ensino, merecem esse empenho”, comentou a secretária Eerizania, que preside a comissão.

Deixe um comentário