Ad
Home Últimas Notícias Executivo goiano reajusta em 20% o valor da hora extra às forças...

Governador Ronaldo Caiado assina autorização para reajuste de hora extra de servidores da segurança pública e vai beneficiar mais de 20 mil servidores das polícias Civil, Militar e Penal (Fotos: Wesley Costa)

Aumento beneficia mais de 20 mil servidores e passa a vigorar nesta quarta-feira (1º/6). Medida atinge as polícias Civil, Militar, Penal, Técnico-Científica e Corpo de Bombeiros Militar

Publicado: 30.05.2022

O governador Ronaldo Caiado assinou, nesta segunda-feira (30/5), a autorização para reajuste de 20% sobre o valor da hora extra (AC4) para os servidores das forças de segurança do Estado. A medida entra em vigor a partir da próxima quarta-feira (1º/6) e vai beneficiar mais de 20 mil servidores das polícias Civil, Militar e Penal; Corpo de Bombeiros e Superintendência de Polícia Técnico-Científica.

Na ocasião, o governador Ronaldo Caiado defendeu a valorização dos agentes de segurança pública, dentro das condições orçamentárias: “É um dever de todo governante. Em reconhecimento, todos vocês terão melhores condições”, declarou ao citar que as forças policiais abrem mão de períodos de descanso para oferecer segurança à sociedade. “Tenho orgulho de ser governador de Goiás com as forças de segurança mais competente, corajosa e solidária que existe neste País”, completou.

Para o delegado-geral da Polícia Civil de Goiás, Alexandre Pinto Lourenço, os policiais civis agora terão condições de se dedicarem exclusivamente ao ofício, sem necessidade de complementar a renda. “Em tempos outros, era necessário que ele [policial civil] se desdobrasse em outros trabalhos para que pudesse levar para a família condição digna de sobrevivência. Hoje não mais. Hoje o Estado, pelas mãos do governador, estendeu para ele todas as condições”, frisou.

Apoio à corporação

Comandante da Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO), o coronel André Henrique Avelar de Sousa lembra que o reajuste vem acompanhado de mais uma demonstração de apoio à corporação: “O que mais agradecemos é a legitimidade que nos é dada para que possamos desenvolver nossas atividades com toda força que nos é possível no combate à criminalidade”, declarou.

“Essa gestão olha pela segurança pública. Nós fazemos nossa parte e trabalhamos com integração: uma mensagem captada e carreada desde o início da gestão”, destacou o Superintendente de Polícia Técnico-Científica, Marcos Egberto Brasil de Melo. “É uma manhã de gratidão, nós saímos de um momento de guerra, que foi a saúde pública, e o senhor coloca as forças de segurança acima e maiores do que elas entraram”, agradeceu o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Washington Luiz Vaz.

O diretor-geral de Administração Penitenciária, Josimar Pires, destacou que, além do aumento, a categoria foi beneficiada recentemente com a regulamentação da carreira. “Isso mostra mais uma vez a confiança do senhor nessa tropa que é tão profissional e está pronta para prestar um bom trabalho. Hoje com esse novo anúncio, com certeza todos os policiais penais estão satisfeitos e vão honrar essa confiança”, disse.

Durante o evento, o secretário de Segurança Pública do Estado de Goiás, coronel Renato Brum, citou a valorização profissional, investimentos em equipamentos e premissa de trabalho com autonomia estabelecidos pela atual gestão nos últimos 41 meses. “A segurança pública hoje é uma realidade porque nosso governador nos dá total autonomia para trabalhar. É uma das vertentes de governo. É uma das marcas que estamos deixando, é um legado”, avaliou.

Impacto

O impacto financeiro do reajuste será de R$ 47,2 milhões ao ano. O aumento será aplicado em todas as escalas utilizadas hoje para o cálculo da remuneração por plantões extras. Para a hora-extra realizada de segunda-feira a quinta-feira no período diurno, o valor passa dos atuais R$ 22,06 para R$ 26,47. Já na escala noturna, nos mesmos dias, o valor de cada hora extra muda de R$ 24,83 para R$ 29,80. Aos finais de semana, a remuneração extra chega a R$ 41,38 por hora.

Fonte: Secretaria de Comunicação (Secom)

Deixe um comentário