Ad
Home Destaques 2,5 mil cirurgias eletivas já foram realizadas no Alfredo Abrahão

Atendimentos ambulatorial e de urgência ultrapassam 20 mil no mesmo período

Publicado: 24.06.2022

Foto: Bruno Velasco

Desde a inauguração do Hospital Municipal Alfredo Abraão, há sete meses, 2.500 pessoas saíram da fila de cirurgias eletivas, já estão operadas e de alta hospitalar. São pacientes que aguardavam procedimentos das mais variadas especialidades e que foram operados na nova unidade de saúde da Prefeitura de Anápolis, substituindo o antigo Hospital Municipal Jamel Cecílio.

O Hospital Alfredo Abrahão também oferece um local para a realização dos procedimentos que antes só eram feitos por prestadores e, agora, pela primeira vez, passaram a ser realizados diretamente pela rede municipal de saúde. A demanda reprimida por cirurgias de hérnia, vesícula, ginecologia, pediatria e ortopedia foi atendida, resolvendo o problema das pessoas que aguardam o serviço. No caso das cirurgias de joelho, embora o SUS não ofereça material necessário para realizar o procedimento, o Alfredo Abrahão já adquiriu equipamento que deve ser instalado em breve para zerar a fila dos pacientes que aguardam.

Entre as cirurgias feitas até agora, também estão procedimentos nas áreas de proctologia, vascular, de urologia, retirada de cistos, desbridamento, amputação e queimaduras. Outra novidade do Hospital foi a ampliação de salas cirúrgicas passando de três para seis.

O hospital ainda conta com a parte ambulatorial que, desde a inauguração, já contabiliza 13.405 atendimentos e consultas nas áreas de ortopedia, cirurgia geral, pediatria, nefrologia, proctologia, ginecologia, cirurgia vascular, urologia, endocrinologia, neurocirurgia, cirurgias plásticas convencionais e em queimados.

A nova unidade é referência em atendimento de queimaduras e feridas em pés diabéticos, além de traumatologia e ortopedia para casos referenciados por outras unidades. Somente no trabalho de urgência, foram 6.864 atendimentos desde a abertura, no fim do ano passado.

Também está em funcionamento no Alfredo Abrahão o Núcleo Hospitalar Epidemiológico, que realiza atendimentos para acidentes por animais peçonhentos, de violência sexual e antirrábicos, em adultos e crianças e, também, de acidentes de trabalho com exposição a material biológico.

Estrutura

O Hospital Municipal Alfredo Abrahão conta com 78 leitos, sendo 10 de UTI e seis centros cirúrgicos, consultórios, salas de exames e toda estrutura necessária para atender a população. O projeto do novo hospital surgiu com a reestruturação da saúde em novembro de 2018, quando o então Cais Progresso foi desativado – devido às questões estruturais e sanitárias. Mesmo durante a pandemia da Covid-19, a obra seguiu em frente e está pronta para atender toda a população de Anápolis. Uma parte do hospital foi utilizada, inclusive, para ampliação dos leitos municipais de UTI no enfrentamento à pandemia.

Deixe um comentário