Home Cidades Morro da Capuava ganhará benfeitorias

MARCOS AURÉLIO SILVA

Dono de uma das vistas mais bonitas da cidade, o Morro da Capuava, mais alto acidente geográfico de Anápolis. Há décadas o espaço se tornou um símbolo de fé para pessoas de várias religiões que vão ao local para orar e fazer meditações. O morro também é utilizado por muitas pessoas como lugar de contemplação, tendo em vista a bela paisagem.

Os frequentadores do Morro Capuava receberam uma boa notícia. A Prefeitura de Anápolis já está elaborando o projeto para licitar uma obra que será executada no espaço e que visa o conforto dos visitantes. De acordo com o secretário municipal de Meio Ambiente, Ceser Donisete Pereira, serão feitas intervenções para que seja dado mais conforto a quem visita, ou realiza alguma atividade no espaço público.

As obras devem garantir aos visitantes um estacionamento, sanitários, espaço para contemplação e para reuniões em grupos, que costumam realizar cerimônias religiosas. “Será na verdade uma obra para recepcionar os freqüentadores. Queremos oferecer um espaço coberto, visando justamente oferecer conforto”, destaca o secretário de Meio Ambiente.

Ceser Donisete salienta que as obras também deverão ter a função de preservação da área. Ele adianta que algumas áreas do Morro da Capuava eram particulares, mas que a Prefeitura de Anápolis já se encarregou de adquirir esses terrenos. “Agora todo aquele espaço é público. Com certeza esse é um ganho para população, que conta com um lugar que é ponto turístico, que tem belas paisagens e que atrai turistas para nossa cidade”, expõe.

A desapropriação de áreas particulares foi garantira por meio do Através do Decreto nº 37.806, assinado pelo Prefeito João Gomes, a Prefeitura de Anápolis declarou de Utilidade Pública as áreas localizadas no setor. São terrenos situados na Fazenda Catingueiro e que fazem limites com o setor Anexo Bom Sucesso, também com uma área municipal e com a Travessa Dom Bosco e a Rua Leopoldo de Bulhões.

De acordo com o Decreto, a desapropriação, total, ou parcial, das áreas de terrenos de propriedade particular, constituídas por benfeitorias e acessos, tem como finalidade a proteção do local no que diz respeito aos aspectos paisagístico, topográfico e criação de espaço livre para uso público.

Importância

Segundo o historiador e diretor do Museu Alderico Borges de Carvalho, Tiziano Mamede Chiarotti, o Morro da Capuava tem, também, importância dentro do contexto histórico. Por volta de 1925, segundo alguns registros, por duas vezes, passou por ali a famosa Coluna Prestes, movimento ligado ao tenentismo e que se opunha ao governo da República Velha e era liderado por Luiz Carlos Prestes.

Tombamento

O Morro da Capuava já foi tombado como Patrimônio Histórico Cultural de Anápolis, em 1977. Na Câmara Municipal, inclusive, tramita um Projeto de Lei. No entanto, em 2002, a Lei nº 2.913 revogou este tombamento e a área voltou ao domínio particular.

Agora tramita na Câmara Municipal de Anápolis um novo projeto que visa tombar o Morro da Capuava. A proposta é do vereador Wederson Lopes (PSC). Se for tombado ao patrimônio, todo o espaço do Morro da Capuava e seus componentes, segundo prevê o Projeto de Lei, ficam protegidos de forma especial sendo proibida a alienação, destruição, demolição ou mutilação em todo o território do morro.

Deixe um comentário