Home Política Declarações de Fernando Cunha agitam bastidores políticos

ANDRÉ FELIPE RIBEIRO

O vereador licenciado Fernando Cunha (PSDB) agitou a cena política de Anápolis nessa última semana, ao afirmar que “retorna ao debate político”, inclusive o eleitoral. “Eu voltei a discutir política, mas eu não coloquei meu nome [para uma candidatura]. Muitos membros do diretório, e filiados, já me procuraram para ventilar uma candidatura, até porque foram eles que me elegeram presidente do PSDB”, frisou.

Fernando Cunha havia declarado que não iria mais participar das conversas e articulações políticas, pois queria dedicar mais seu tempo à família. O vereador inclusive descartou buscar a reeleição no processo sucessório deste ano. A mudança de ideia teria acontecido a partir de uma conversa com o governador Marconi Perillo (PSDB). “Há alguns dias, em um encontro com o governador, ele me falou claramente que eu não poderia ficar de fora das discussões”, explicou o tucano anapolino.

Para Fernando Cunha, a condução das articulações que culminaram na pré-candidatura do deputado estadual Carlos Antonio, que deixou o SD para se filiar ao PSDB e disputar o pleito majoritário, podem gerar um racha no partido. “Torço para que o PSDB fique unido, mas não da forma que está, com a falta de discussões, com a falta de diálogo com os membros municipais. Precisamos discutir a cidade de Anápolis para os próximos quatro anos e não somente para ganhar as eleições”.

Cunha está em seu segundo mandato na Câmara Municipal de Anápolis e dentro do seu partido foi o vereador mais votado nas duas eleições que disputou. Ele acredita que não pode ficar de fora da política, pois deve satisfação àqueles que o elegeram e também porque não pode negar um pedido feito pelo governador.

Fernando Cunha disse que o maior adversário do PSDB é o próprio partido. “O maior adversário que o PSDB aqui em Anápolis foi o próprio partido e hoje se pode observar esse mesmo quadro. Meu objetivo é sair das convenções com o PSDB unido e fortalecido para as eleições, seja lá qual nome for escolhido“.

Deixe um comentário