Home Esportes Sexta-feira tensa no Galo: treinador Charles Fabian é demitido

ORISVALDO PIRES

Coube ao gerente de futebol do Anápolis, Lucas Magalhães, responsável pela contratação do técnico Charles Fabian no ano passado, a missão de anunciar a demissão do treinador, no início da noite desta sexta-feira (3). Aquilo que o torcedor entendeu logo nos primeiros dias de trabalho do técnico e que escapou da capacidade de percepção de Lucas Magalhães foi confirmado com apenas duas rodadas de competição. Dono de uma carreira coroada de êxitos como jogador profissional e indiscutivelmente detentor de um grande caráter, Charles Fabian ainda busca acumular a experiência necessária para conduzir um projeto desafiador e exigente quanto o que se apresenta para o Anápolis na temporada de 2017.

A demissão de Charles Fabian ocorre após quarenta e seis dias de trabalho, quatro jogos treinos, dois jogos no campeonato goiano (0x0 em casa com Itumbiara e 0x3 para o Vila Nova em Goiânia), críticas do torcedor e dificuldades para implantar seu esquema tático. Os dois resultados negativos nas primeiras rodadas do Goianão foram os ingredientes que faltavam para formar nuvens carregadas e escuras para os céus do Bairro Boa Vista. A sexta-feira (3) foi nebulosa no CT do Galo. A dificuldade já demonstrada pela gerência de futebol do clube em lidar com situações conflituosas, como ocorreu após a saída de Fabio de Jesus, ao final do Goiano do ano passado, agravada pela greve de jogadores às vésperas da abertura do Brasileiro da Série D, se repete agora a ponto de mais uma vez ser necessária a intervenção do empresário Francis Melo, que esteve pessoalmente no CT da Boa Vista para resolver a situação. Com direito a reunião a portas fechadas com os jogadores.

Ao falar à equipe Geração do Esporte (Rádio Manchester) e ao Jornal Estado, na noite desta sexta-feira, demonstrando até uma certa irritação, Lucas Magalhães negou que a saída do técnico tenha ocorrido a pedido do grupo de jogadores. Disse ainda que a decisão foi tomada em comum acordo, aproveitou-se para dar uma “oxigenada” num momento em que o campeonato ainda está no início. “As decisões aqui no Anápolis são tomadas de cima para baixo. Aqui, desculpe o termo, mas poste não faz xixi em cachorro não”, disse Lucas Magalhães. Informou ainda que no jogo deste domingo (5), em Catalão, diante do CRAC, pela 3ª rodada do Goiano, o time será comandado pelos auxiliares Caio Autuori e Alexandre Gratelle.

Deixe um comentário