Home Política Novo secretário diz que foco é atender empreendedores

ANA CLARA ITAGIBA

Na última quarta-feira (22), o prefeito Roberto Naves (PTB) nomeou o empresário Vander Lúcio Barbosa para a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Turismo. Como prioridade, o novo secretário disse que quer atender todos os empreendedores e todos aqueles que querem investir no município. “A proposta é dar atenção especial para quem vai ajudar Anápolis se reerguer. Nós queremos devolver para o cidadão anapolino aquilo que ele contribui com o seu trabalho, com as suas taxas e seus impostos”, disse o novo secretário, que é presidente municipal do PTN.

Vander disse que é próximo do novo secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, o empresário anapolino Francisco Pontes, empossado na última terça-feira (21). Ele acredita que essa ligação pode contribuir para atender demandas de investidores que estão interessados no município. Já no próximo dia 30, os secretários têm uma reunião marcada em Brasília como o ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira. Segundo ele, o objetivo do encontro é apresentar Anápolis e Goiás de uma maneira mais efetiva e presencial ao ministro.

Um dos grandes entraves da economia local é a falta de áreas no Distrito Agroindustrial de Anápolis (Daia). Quando questionado se a presença de Francisco Pontes no governo estadual facilitaria a resolução deste problema, Vander disse que o governador Marconi Perillo (PSDB) não o escolheu por acaso. “O Chico já conhece a demanda do Daia, ele tem empresas lá. O que eu vou fazer é lembrá-lo e juntar forças tanto do governo do Estado como do municipal. Nós vamos buscar forças com os deputados que representam Anápolis para trazer para a cidade as condições que ela precisa”, disse.

O prefeito Roberto Naves também falou que a presença de Francisco no governo estadual vai favorecer o município. Ele acredita que isso mostra que Anápolis voltou a ter seu valor. “Nós conseguimos num curto prazo de tempo mostrar para o Governo do Estado que Anápolis é a segunda cidade mais importante de Goiás. Com a posse do nosso secretário de Desenvolvimento Econômico, Francisco Pontes, nós começamos a resgatar Anápolis. E com certeza, com o Vander em Anápolis e o Francisco Pontes em Goiânia, juntos vão fazer uma dobradinha para trazer um grande número de empresas e empregos o quanto antes para a cidade”, reforçou Roberto.

Adequações
Vander Lúcio já era cotado para assumir a pasta, mas por ser proprietário de uma empresa de comunicação, que edita o Jornal Contexto, e que possuía contratos de publicidade com a Prefeitura de Anápolis, precisou se adequar para então oficializar o cargo no Executivo. “A condição primordial para alguém compor a equipe da Prefeitura, é realmente não pertencer a nenhum quadro societário que possa ter algum tipo de prestação de serviços”, explicou o prefeito Roberto Naves.

“Eu abro mão de uma receita, mas eu acredito que a comunidade, empresários e amigos, não vão me deixar enfraquecer. Eles vão me fortalecer, vão continuar ajudando a cidade através do meu jornal. E o jornal vai se fortalecer com isso também. Eu acredito e essa é a minha proposta. A comunidade nunca me abandonou”, explicou Vander ao ser questionado sobre ter aberto mão dos recursos de mídia da prefeitura.

Equipe
Atualmente a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Turismo está localizada em anexo do Feirão do Jundiaí, na Avenida Visconde de Taunay. “Vocês precisam me ajudar a convencer o prefeito que lá, apesar de ser um local agradável, não tem condições confortáveis para receber os grandes investidores que vem para a nossa comunidade”, falou o secretário.

O prefeito disse que sua gestão tem feito várias reformas estruturais, providenciando alguns prédios e não descarta a possibilidade de troca de local. “Entendemos que não é o melhor ambiente para estarmos recebendo empresários. Então até que a gente consiga fazer essa mudança, o gabinete do prefeito estará aberto para que o nosso secretário Vander Lúcio possa estar atendendo os empresários. Se tivermos condições financeiras, podemos mudar de local sim. Claro, desde que não haja um aumento de despesas”, esclareceu.

Deixe um comentário