Ad
Home Destaques Antes de comprar remédios é melhor pesquisar, indica Procon Anápolis

Foram levantados 68 medicamentos de oito drogarias, espalhadas pelas cinco regiões da cidade e a diferença é de até 361%

 

Em Anápolis, a variação de preços dos remédios é expressiva, foi o que apurou a pesquisa da Secretaria Municipal de Defesa do Consumidor (Procon Anápolis). Ela pode chegar a 361% no caso dos genéricos e até 177% entre os de referência. Mas os genéricos ainda são a melhor opção para quem busca economia, pois, em média, são 163% mais baratos que os de marca.

 

A pesquisa comparativa traz os valores de 68 medicamentos, sendo 34 genéricos e 34 de referência, em oito drogarias, espalhadas pelas cinco regiões da cidade. Acesse a tabela completa aqui.

Entre os genéricos, o campeão de diferença de preços foi a Loratadina, utilizado para o tratamento de alergias. A caixa do remédio, com 12 comprimidos de 10 mg, pode ser encontrada desde R$ 7,90 até R$ 36,42 — 361% de variação. Sob a denominação Claritin, do laboratório Merck Sharp and Dohme (MSD), o mesmo medicamento é disponibilizado de R$ 41,33 até R$ 51,65.

Já o creme dermatológico Acetato de Dexametasona, do laboratório Teuto, ocupa o podium da diferença de preço na categoria dos remédios de referência. Com variação de 177%, o menor valor registrado foi de R$ 3,90, contra o maior de R$ 10,79.

Além destes, os genéricos Diclofenaco Sódico, anti-inflamatório, e o Glibenclamida, antidiabético, também aparecem na lista com as maiores variações registradas, 317% e 292%, respectivamente.

A recomendação do Procon Anápolis é que o consumidor sempre pesquise os preços em diversos estabelecimentos antes de efetuar a compra. Além disso, deve-se também ficar atento a outros aspectos. De acordo com o secretário municipal de Defesa do Consumidor, Valeriano Abreu, o número do lote, prazo de validade e data de fabricação que constam na caixa do medicamento devem ser iguais aos marcados nas cartelas ou frascos e todo medicamento deve possuir o número de registro no Ministério da Saúde.

“Alguns remédios se enquadram em programas sociais do governo e podem ser adquiridos gratuitamente ou com grandes descontos, verifique se os que você necessita estão na lista”, chamou atenção o secretário. Ele também dá outras dicas de ouro para economizar: observe se o estabelecimento trabalha com descontos provenientes de planos e seguros de saúde e confira se existe algum programa de fidelidade vinculado ao estabelecimento.

Se sentiu prejudicado? Denuncie!

O consumidor que se sentir prejudicado, deve buscar atendimento junto ao Procon Anápolis, ou entrar em contato pelo telefone 151. Lembre-se de levar os documentos pessoais, comprovante de endereço, além documentos pertinentes que comprovem a reclamação. Os cidadãos devem comparecer em algum dos locais de atendimento: E-mail: procon@anapolis.go.gov.br

Procon – sede

End: Rua Estrela do Sul esquina com a Av. Belo Horizonte, Vila Jussara (próximo ao Hospital Municipal)

Fone: (62) 3902-1365 Fax: (62) 3902-2028 /

Rápido – Anashopping

End: Av. Universitária nº 2.221, Vila Santa Isabel

Fone: (62) 3316-4599

Rápido – Jaiara

End: Av. Fernando Costa, 20, Vila Jaiara

Fone: (62) 3902-1063 e (62) 3902-2739

 

Deixe um comentário