Ad
Home Últimas Notícias GraduAção: Anápolis tem programa para universitários de baixa renda

Serão 300 bolsas de estudo ofertadas a cidadãos de baixa renda, que já estão matriculados em instituições de ensino superior da cidade

 

Foi sancionada nesta terça-feira, 2 de julho, a lei que cria o Programa GraduAção, que irá conceder bolsas de estudo de ensino superior para a população de baixa renda em Anápolis. No lançamento, que ocorreu na sede administrativa, o prefeito Roberto Naves, acompanhado da primeira-dama Vivian Naves, falou sobre a importância de democratizar o acesso ao ensino superior e detalhou que serão 300 bolsas – sendo 100 integrais e 200 parciais – que podem variar de 60% a 80%, conforme rendimento do aluno. Nos próximos dias, serão publicadas as regras para participação do processo, bem como procedimentos para inscrição. A ação marcou o início das comemorações do aniversário de 112 anos da cidade.

 

“Queremos que os resultados positivos do índice de empregos em Anápolis sejam realidade permanente. Para isso, o Programa GraduAção tem papel fundamental”, pontuou o prefeito. E ele está certo, pois segundo dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), mesmo durante a crise, a população ocupada mais escolarizada permaneceu em crescimento, enquanto o desemprego avançou com mais intensidade sobre quem tem menos anos de estudo no currículo. Já em levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), foi apurado que quem tem diploma de ensino superior ganha mais que o dobro do trabalhador com ensino médio.

 

A dotação orçamentária inicial para o Programa é de R$ 250 mil, a intenção é que haja aumento gradual da quantidade de bolsas ofertadas. Os recursos destinados aos beneficiários não são reembolsáveis, ou seja, não precisarão ser devolvidos pela população. “A contrapartida do estudante será feita com trabalho. Ele prestará serviços durante o curso em órgãos públicos, entidades e instituições previamente cadastradas, com carga horário compatível com os estudos e de acordo com a natureza da sua área de formação”, explicou o Prefeito.

 

A iniciativa já começa a valer para este segundo semestre, uma fatia de 5% do benefício fica reservada às pessoas com deficiência. “Por ter acreditado na mudança, que nós seríamos capazes de transformar a cidade, o povo anapolino vai começar a colher o que plantou”, finalizou Roberto Naves, agradecendo às instituições e comunidade presentes no lançamento.

 

Deixe um comentário