Ad
Home Últimas Notícias Goiás investe R$ 106 milhões em laboratórios móveis

A iniciativa visa possibilitar o uso da tecnologia em sala de aula e atenderá, prioritariamente, as unidades escolares que não possuem laboratórios físicos de Informática. Cada um deles será composto por um armário para armazenamento e recarga de eletrônicos e comporta 36 equipamentos

Publicado: 08.11.2021

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), disponibilizará 783 laboratórios móveis de Informática para as escolas da rede pública estadual de Educação.

A iniciativa visa possibilitar o uso da tecnologia em sala de aula e atenderá, prioritariamente, as unidades escolares que não possuem laboratórios físicos de Informática.

Ao todo, serão investidos R$ 106.968.420,00 na aquisição dos novos laboratórios. Cada um deles será composto por um armário para armazenamento e recarga de eletrônicos e comporta 36 equipamentos.

A ideia é que, ao invés de os estudantes se locomoveram até o laboratório de Informática, os equipamentos sejam transportados até às salas de aula e demais ambientes escolares. Dessa forma, reduz-se a necessidade de deslocamento dos alunos e possibilita-se o uso dos computadores fora do ambiente do laboratório.

Esse impacto será maior nas 200 escolas da rede estadual de Educação que, de acordo com um levantamento feito pela Superintendência de Tecnologia da Seduc, ainda não contam com um laboratório de Informática.

O objetivo é que, a partir da ação, essas unidades possam garantir a conectividade a seus professores e estudantes.

Para o superintendente de Tecnologia da Seduc, Bruno Marques, a iniciativa promoverá maior dinamicidade e praticidade ao cotidiano das escolas estaduais. Segundo o superintendente, a intenção é que, em 2022, todas as escolas da rede pública estadual de Educação contem com, ao menos, um laboratório móvel para uso.

A aquisição de laboratórios móveis é mais uma ação do Governo de Goiás que visa ampliar a conectividade e o acesso à tecnologia nas escolas da rede pública estadual.

Em maio deste ano, foi lançado o programa Conectar Goiás, que destina às escolas estaduais recursos para a contratação de um link de Internet com velocidade capaz de atender todos os seus alunos e professores.

Por meio do programa, o valor de custeio da Internet é repassado mensalmente às unidades e varia de acordo com a quantidade de estudantes matriculados na instituição. O valor mínimo repassado é de R$ 233,00, para escolas com menos de 210 alunos e o máximo é de R$ 300,00 para as escolas com mais de 1700 estudantes.

De acordo com o superintendente de Tecnologia da Seduc, Bruno Marques, o Conectar Goiás será essencial para que as escolas beneficiadas com os novos laboratórios móveis utilizem a Internet em sala de aula. A intenção é que, por meio do programa, os estudantes e professores utilizem a rede via wi-fi e consigam acessar a Internet dentro e fora da sala de aula.

Deixe um comentário