Home Cidades Indicadores criminais caíram em todos setores, diz SSP

Goiás registra queda em todos indicadores criminais monitorados pela Secretaria de Segurança Pública no ano passado

DA REDAÇÃO

O Governo de Goiás aponta uma queda em todos os indicadores criminais no balanço de 2017 e afirma que há 19 meses a curva da violência no Estado começou a declinar, com adoção da política de integração das forças policiais e investimentos em inteligência e no fortalecimento das corporações. “Goiás é o único estado brasileiro a derrubar todos os 12 índices de criminalidade”, afirmou o secretário de Segurança Pública, Ricardo Balestreri, durante entrevista coletiva nesta última semana.

Segundo a gestão estadual, Goiás registrou queda nos 12 indicadores criminais monitorados no ano passado. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (17.jan), por Ricardo Balestreri. “A redução da criminalidade comprova que nossas ações estão, de fato, desarticulando o crime organizado”, afirmou. Segundo o secretário, os resultados são bastante expressivos. “Goiás é um paradigma nacional no que se refere ao enfrentamento com a violência”, declarou.

O comparativo é de janeiro a dezembro de 2017 com igual período de 2016. Homicídios recuaram 12,53%. Estupros apresentaram queda de 10,28%. Os dados governamentais também mostram que os latrocínios baixaram 37,72%, enquanto as tentativas de homicídio caíram 20,46%. “As forças policiais goianas são fortes e atuantes. Saem às ruas para servir a sociedade e o resultado são as quedas constantes na criminalidade”, ressaltou Ricardo Balestreri. Ele destacou os investimentos realizados pelo governador Marconi Perillo desde aquisição de viaturas, equipamentos, fortalecimento dos serviços de inteligência e novos concursos públicos.

Segundo o governo, roubos a transeuntes caíram 26,37%, ao passo que roubos de veículos cederam 25,92%. Casos de roubos em comércios recuaram 33,64% e roubos em residências caíram 21,74%. O relatório do Observatório de Segurança da SSP também aponta queda de 19,23% no número de furtos a transeuntes, bem como redução de 12,65% nos furtos de veículos. Furtos em comércio regrediram 16,13% e em residências, 4,52%.

Integração
Ao analisar os indicadores, Balestreri destacou a importância da integração entre as forças policiais. “O trabalho conjunto tem sido fundamental para obtermos resultados tão relevantes. Esse é o modelo ideal”, garantiu.

A política de integração entre as forças policiais é amplamente defendida pelo governador Marconi Perillo. As ações conjuntas tiveram início em 2016, na gestão do vice José Eliton à frente da Secretaria de Segurança Pública. De acordo com o Estado, na época, foi idealizado e institucionalizado o Pacto Integrador de Segurança Interestadual, que reúne estados de todas as regiões do País em ações de inteligência e operações integradas no combate ao crime organizado.

O governo diz ainda que dezenas de organizações criminosas foram identificadas e desmanteladas pelas forças policiais nessa atuação integrada que também apreendeu grandes quantidades de drogas e armas. Participaram da apresentação dos indicadores o superintendente executivo da SSP, tenente-coronel Newton Nery de Castilho; comandante-geral da Polícia Militar, coronel Divino Alves; delegado-geral adjunto da Polícia Civil, Marcelo Aires Medeiros; comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Carlos Helbingen Júnior; e tenente Tenison Machado Durões, do Observatório de Segurança Pública.

Deixe um comentário