Home Polícia Novo comando do 3º CRPM promete reduzir homicídios

Segundo o coronel Lemes, nesse primeiro momento ele não pretende mexer profundamente na estrutura da Polícia Militar na cidade. Comandos do 4º e 38º Batalhão também mudaram

MARCOS AURÉLIO SILVA

O coronel José Antônio Lemos Filho é o novo responsável pelo 3º Comando Regional da Polícia Militar de Anápolis (3º CRPM). Ele tomou posse em uma cerimônia realizada na manhã da última sexta-feira (14), no auditório do Senac, com a presença de várias autoridades civis e militares do município. Antes de assumir o mais alto posto da PM na cidade, o coronel afirmou que seu principal desafio será combater o aumento contínuo da violência e o tráfico de drogas.

O coronel Lemes substitui o coronel Wilson Brasil Pinheiro, que foi transferido para o comando regional de Iporá – o oficial chegou ao 3º CRPM em 19 de agosto de 2014. O novo comandante é anapolino e chega com a missão de manter os índices de redução nos crimes de homicídio – Anápolis registra uma queda de 31% em relação ao passado. “Pretendo fazer o melhor trabalho pela segurança da cidade. Vamos atuar em todos os aspectos, principalmente nos crimes contra a vida”, disse.

Segundo o coronel Lemes, nesse primeiro momento ele não pretende mexer profundamente na estrutura do comando na cidade. De acordo com ele, serão feitas análises para identificar as principais demandas. “Vamos saber o que precisa de mudança. Sabemos que o comando da cidade está num caminho positivo”, expôs.

José Antônio Lemos recebeu a patente de coronel recentemente. Ele já tem 30 anos que atua na corporação, com destaque para o trabalho executado na região do entorno de Brasília. “Essa renovação é uma forma de dar novo oxigênio para a dinâmica da Polícia Militar da região. Isso é comum dentro da corporação e vou seguir as determinações passadas pelo Comando Geral da PM”, disse.

Além do comando regional, o comando do 4º e 38º batalhões da PM, instalados na cidade, foram trocados. Assume no lugar do tenente-coronel Giuliano Eustáquio o tenente-coronel Damião Cícero Santana, que será o responsável pelo 4º BPM. Já o 38º Batalhão ficará sob o comando do tenente-coronel Décio Fernandes de Faria, que passa a ocupar o lugar do tenente-coronel Carlos Henrique da Silva.

O novo comandante do recém-criado 38º BPM salientou que há alguns desafios em relação a estrutura. Segundo o tenente-coronel Faria, a orientação do Comando Geral é para identificar as necessidades específicas e saber as necessidades operacionais para dar continuidade ao trabalho que já vinha sendo realizado.

“O batalhão ainda está sendo implantado. Vou seguir o caminho que já foi iniciado para contribuir com o trabalho de combate à criminalidade que já vinha sendo realizado”, destacou o tenente-coronel Faria.

O comandante geral da Polícia Militar de Goiás, coronel Silvio Benedito, esteve presente ao evento. Para ele, Anápolis representa uma região estratégica para o combate à criminalidade, por isso promete atenção integral ao comando da cidade. “A cidade tem importância para a segurança pública do estado. Sabemos que o coronel Lemes é filho da cidade e que por isso possui conhecimento sobre suas características. Já passamos a orientação de que devemos atingir metas. Quero que baixem ainda mais os índices de criminalidade em Anápolis”, afirmou.

Parceria

Presente na troca do comando da Polícia Militar, o assessor especial de Segurança Pública do Gabinete de Gestão Integrada do Município (GGIM), coronel Sidney Pontes, confirmou a continuidade da parceria com o 3º CRPM, com o pagamento de um banco de horas que custa R$ 6 milhões por mês. A prefeitura também banca o aluguel de duas delegacias da Polícia Civil.

Outro projeto que o coronel Pontes destacou é o Sistema de Videomonitoramento, que mantém câmeras em pontos estratégicos da cidade. Anápolis recebeu também um projeto do Ministério da Justiça iniciado em 2014 – o monitoramento móvel. “Estamos recebendo viaturas caracterizadas, duas motos, e mais um microônibus com todo o equipamento como, por exemplo, câmeras e central de armazenamento. Só essa unidade tem um investimento de R$ 800 mil na segurança de Anápolis”, informou o assessor especial.

 

Deixe um comentário